22/12/2021

Polícia Rodoviária mostra balanço da ‘Operação Rodeio de Jaguariúna’

Números apontam diminuição de casos de acidentes e aumento de testes de alcoolemia


Da redação

O Quarto Batalhão de Polícia Militar Rodoviária do Estado de São Paulo (PMRv) apontou os números da Operação Rodeio de Jaguariúna que foi realizada durante os dias da festa na área do Batalhão.

De acordo com os dados repassados pelo policiamento rodoviário da Polícia Militar, não houve nenhum caso de roubo contra motoristas e passageiros nestes dias. Somente um caso de furto, onde não oferece nenhum tipo de violência a ninguém.
Nos anos anteriores, que tiveram edições do Jaguariúna Rodeo Festival, os números foram maiores que 2021.

O dado que mais chama atenção foi o dos testes de alcoolemia, o mais conhecido teste do bafômetro. Em 2021 foram realizados 4.687 testes na área do Quarto Batalhão, que corresponde a rodovias como Governador Adhemar de Barros (SP-340), Rodovia Dom Pedro I (SP-065), Zeferino Vaz (SP-332), Anhanguera (SP-330) e Bandeirantes (SP-348).

Estes números foram retirados dos relatórios policiais nas datas de 26 e 27 de novembro e 03 e 04 de dezembro em face da realização de um dos maiores rodeios do Brasil, na cidade de Jaguariúna, área do Quarto Batalhão.
“O efetivo operacional e administrativo foram estrategicamente direcionados, de forma a prevenir a sinistralidade viária e aumentar a percepção de segurança de todos os usuários da rodovia. Com o objetivo de poupar vidas, realizamos a Operação Direção Segura Seletiva ‘PASS’ (Pare, Assopre e Siga Seguro) e obtivemos resultados positivos quanto à diminuição significativa da sinistralidade viária, comparada aos demais anos de evento. Ao identificarmos os motoristas que ingeriram bebida alcoólica, minimizamos as chances de ocorrerem sinistros de trânsito, que podem levar à morte”.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Jaguariúnense.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.